الأربعاء، 6 يوليو، 2011

BRASIL OFERECE TRATAMENTO PARA CHÁVEZ (*) O brasileiro que vá às favas ...

BRASIL OFERECE TRATAMENTO PARA CHÁVEZ (*)

O Brasil é, pelo menos no que concerne à chamada Saúde Pública, um excelente padrinho e um péssimo pai ! Trata seus afilhados “ – aí incluídos todos os políticos, auto-dignitários, do país e até mesmo do exterior – dispensando-lhes atendimento de muitas estrelas, em hospitais de primeira linha dessa referência hospitalar nacional e internacionalmente reconhecida que é a cidade de São Paulo, preferencialmente nos Sírio-Libanês, Albert Einstein, Oswaldo Cruz, que lhes possibilitam todos os ilimitados recursos da medicina moderna, sem preocupações de ordem financeira, muito provavelmente.

Agora mesmo nosso chanceler Patriota está disponibilizando para o ditador Ugo Chaves o atendimento médico-hospitalar brasileiro. Sem dúvida um gesto simpático e louvável. Quando falamos em disponibilização não nos referimos a dinheiro mas ao imediato atendimento, sem consultas a longo prazo e de qualidade discutível, sem a má qualidade dos equipamentos da medicina diagnóstica ( equipamentos com defeito, diagnósticos e operações erradas ) que torturam o brasileiro.

A mídia nos mostra a todo momento episódios cruéis que evidenciam a forma pela qual o brasileiro é atendido nas unidades médico-hospitalares. O mais recente é o de uma senhora, mãe de três filhos, que está há 28 anos com uma pinça hospitalar esquecida em seu abdome, erro imperdoável só identificado há 3 anos. Pois bem, o hospital, na cidade de Mogi das Cruzes /SP, não assume a responsabilidade, alegando que o prontuário já não existe. O advogado da vítima dispõe de documentos que comprovam que a cesariana foi feita nesse hospital tendo, inclusive, demonstrativo do pesinho do menino. Achamos que o Judiciário poderia ser mais rápido, em casos como este, que revelam uma premência que se contam aos milhares, e que não é corrigida por falta de vontade política.Talvez sejamos errados, mas achamos que os despachos pelo Judiciário, deveriam tão rápidos como os "hábeas-corpus". Afinal, essas vítimas estão sendo cruelmente constrangidas.

Enquanto que vultosas quantias são gastas com a construção de obras de arte -- estádios, túneis, estradas, metrôs, elevados, etc. – dezenas de hospitais, inclusive particulares, estão fechados, e poderiam ser reativados com recursos públicos. Em todo o país doentes permanecem em macas na recepção ( ou decepção ) dos hospitais, à espera de um atendimento que nunca chega.

Existem médicos e simulacros de “médicos”. Ainda agora, médicos do serviço público de Sorocaba /SP. foram descobertos faltando aos plantões mas recebendo pontualmente seus salários. Os doentes – paradoxalmente chamados de “pacientes” -- esperando o atendimento que não vem, a não ser por enfermeiros, fazendo as vezes do médico, esse criminoso de lesa-humanidade. Que diria Hipócrates dessa corja ?!...

Oxalá nosso Ministro da Saúde tenha, em relação aos brasileiros, a mesma preocupação que o chanceler brasileiro demonstrou com o venezuelano.

Álvaro Ramos
Soramramos.blogspot.com

(*) Folha de São Paulo
Página A-12 -06.07.2011

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق