الجمعة، 10 يونيو، 2011

OS APÁTRIDAS HODIERNOS !...

OS APÁTRIDAS HODIERNOS ...

Vivemos neste Brasil um dos capítulos mais tristes de nossa história. Somos um simulacro de democracia, esta forma de governo da qual se costuma dizer que não é perfeita, mas que é a melhor.

Se-lo-ia, é bem verdade, se os políticos representassem realmente o povo que os elege e pugnassem por seus interesses, e não por benefícios pessoais. Os partidos não se firmam em ideais, mas no mercantilismo, negociando favores em troca de posições, preferencialmente nos ministérios e estatais de dotações orçamentárias mais vultosas.

No passado tais negociações existiam , sem dúvida, mas em proporções menores e co-onestadas por relativa discrição . Hoje as reivindicações são ostensivas, praticamente chantagens, em troca-troca do tipo “ é dando que se recebe”, expressão usada até mesmo por um presidente da República, cujo nome não nos ocorre, no momento. Democracia, sem dúvida, porque os desacertos aparecem na mídia mas, ao final, resultam em impunidade gerada pelos “hábeas corpus”, pelo “Foro Privilegiado”, pelos múltiplos recursos, pela procrastinação e pelas prescrições. Enumerá-los, seria desnecessário, porque todos os conhecem !... Mas a impunidade fere nossa dignidade, por ser o término de todos esses processos. Clama-se aos quatro ventos, mas a voz permanece inaudível !

Esses apátridas não souberam honrar a vitória de sua luta pelo restabelecimento da democracia,
transformando-a, nos anos que se seguiram, na proxeneta de suas desmedidas mesquinharias, de seus inconfessáveis interesses. Os “caras pintadas”, as “marchas da família, com Deus pela liberdade”, as “Diretas Já”, a Nova Constituição – tão emendada que se tornou uma colcha de retalhos – , tudo isto ruiu por terra.
Os partidos não buscam valores para suas fileiras; conquistam os “puxadores de votos”, geralmente incultos, imaturos e despreparados !...

Os congressistas continuam legislando em causa própria, majorando seus proventos quando bem o entendem enquanto , na contramão, muitas categorias -- como os aposentados e pensionistas do INSS, por exemplo – têm seus ganhos confiscados, curtindo dificuldades e disputando, como esmoleres, o atendimento do precário serviço de saúde (?...) oficial.

Que pena, Brasil, que continuem desferindo em suas costas o punhal apátrida !...Crimes de lesa-pátria, que nos aviltam, nos desmotivam, nos deprimem e nos anulam .

Álvaro Ramos
______________________________________________________________

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق