السبت، 4 يونيو، 2011

BIZARRO, para não dizermos tragicômico ! O "linguicídio" do idioma português !...

BIZARRO, para não dizer tragicômico !...

Deus nos deu um valioso patrimônio, que é a língua portuguesa, mesmo incluindo vários neologismos influenciados por diferentes culturas características de raças as mais diversas, que convivem neste país cosmopolita, que proporciona a todos oportunidades mil, quer em termos de trabalho, quer no acesso à vida pública.

Não sofremos discriminações e etnias que em seus países de origem vivem permanentemente em guerra, aqui convivem na mais perfeita paz. E essa “invasão” neologística chega a ser pitoresca, como, por exemplo, o famoso “tchau” do italiano,
que todos nós usamos ao invés do ‘até logo” !...Isto sem falarmos em tantos estrangeirismos, francesismos e anglicismos ! Vivemos numa república centenária que ainda reverencia vultos do Império.R.Visconde de......, Praça Barão de.... Av. Conde de.... e assim por diante!


No entanto, não há dentre nós brasileiros –
lamentavelmente e sobretudo entre os jovens – o interesse e o respeito que nossa língua merece e, o que é mais bizarro, para não dizermos tragicômico, é a postura de importantes órgãos do governo, patrocinando e distribuindo nas escolas públicas publicações com graves erros, que induzem o jovem a entender como certas essas bizarrias !... Onde chegaremos, senhoras e senhores ?!...

Ainda hoje ouvimos da atendente de uma banca de jornais, quando buscávamos o terceiro volume da coleção “ Professor Pasquale explica “ o comentário de que o brasileiro não se interessa por aprender o português, acrescentando que recebe apenas quatro exemplares nos finais de semana e que só vende três !...

Mas o problema não fica nisto. A mídia está repleta de vocábulos errados, erros elementares de concordância,que no passado seriam condenáveis se cometidos por alunos do curso primário de um então chamado Grupo Escolar.

Não pretendemos fazer aqui um “comercial” do livro do prof. Pasquale, que consideramos uma valiosa contribuição à cultura brasileira, neste país em que políticos e até mesmo executivos de alto nível, com phds, doutorados e mestrados, não conseguem redigir sem erros um simples texto em português !...

Apenas uma dúvida: Sem detrimento do respeito que devemos à pessoa humana do deputado Tiririca, qual a função que ele exerce no Ministério ( ou Comissão ? ) de Cultura ? Quando será sua posse na conspícua Academia Brasileira de Letras ?!...

Álvaro Ramos.

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق