الثلاثاء، 8 فبراير، 2011

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO - Produvidade ZERO em termos de custo-benefício ...

São Paulo é um gigante, saudável, pujante, detentor de potencialidades ímpar, um dos maiores pólos da América Latina , integrado econômica e emocionalmente a um Brasil, que já deixou de ser o “país do futuro” para ser também o país do presente, conjunto de fatores que, bem conduzidos -- em especial por aqueles que se propõe fazê-lo quando vão às ruas, fazendo promessas geralmente não cumpridas e postulando votos -- poderia ser inatingível. Poderia, ainda, propiciar aos seus habitantes – aproximadamente -- 41 milhões -- qualidade de vida melhor, sobretudo em termos de saúde, moradia, saneamento básico, educação, transporte e lazer.

Só a capital, desconsiderando-se o interior, é muito maior que vários países, correspondendo a 12,6% , ou seja R$ 263 bilhões !...do PIB nacional, total do qual o Estado participa com 33,9%. São 41 milhões distribuídos por 645 municípios, teoricamente representados por 94 deputados estaduais. Devemos entender que essa representação existe realmente na prática ?!!!

Não é isto, no entanto, que se infere do artigo de hoje, à página A-8 do “Estadão”, quando afirma que “ só 5% das leis dos deputados estaduais de SP têm relevância para os cidadãos. “ E o “Estadão” prossegue:- “ De 2007 a 2010 a câmara aprovou e o governador sancionou 1.786 novas leis – 85% (!!!???...) ou 1535 normas ) tratavam de temas ( supérfluos ) como nomeação de espaços públicos e criação de datas comemorativas.” Só 90 projetos ( 5% do total ) com objetivos práticos e justificáveis. Durante a gestão José Serra-Alberto Goldmann, 274 normas foram vetadas, por serem consideradas inconstitucionais . E a conta do custo desse desperdício de tempo pagamos nós os eleitores. Esses projetos não tramitaram na Comissão de Constituição e Justiça ? Esperamos que os membros da nova legislatura , que começará em 15 de março, voltem-se para esses 645 municípios, auscultando as necessidades de seus 41 milhões de brasileiros. Nada da comodidade das poltronas e mais visitas às bases e a apresentação de projetos práticos, criativos e com objetivos bem definidos. Não adianta denominarmos ruas, precisamos superar os problemas dos que nelas residem.

Acionando www.gestaomunicipal.net inferirão o custo de manutenção da ALSP, com 2889 funcionários ativos (?) para um total de 94 deputados estaduais. A ASLP tem um total de 70 diretores para apenas 8 diretorias !... Como fica a ALSP em termos de custo-benefício para o povo de São Paulo ?...


Apreciamos o trabalho na ong Voto Consciente e desejamos que continue vigilante para que cada um cumpra com seus deveres, não apenas honrando as promessas formuladas mas, também, fazendo jus aos proventos recebidos.

Álvaro Ramos
www.soramramos.blogspot.com

CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA
Artigo V 5 Inciso IV
“ É livre a manifestação
do pensamento, sendo
vedado o anonimato”

email - barrosmunhoz@yahoo.com.br

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق