الأحد، 17 يوليو، 2011

INCONGRUÊNCIAS - Até quando ?...

INCONGRUÊNCIAS
Até quando ?...

Escrivã de polícia , em junho de 2009, foi violentamente abordada por quatro delegados, que buscavam prova de um suborno que teria praticado. Forçaram-na a se despir a pretexto de revistá-la. Não atenderam às suas súplicas, quando implorava que não a despissem em presença de homens, dispondo-se a fazê-lo em presença de policiais mulheres. Foi desrespeitada, humilhada, agredida física e moralmente, sem respeito algum ao ser humano. (*)

No Pará uma jovem foi presa e recolhida a um presídio em cela usada por vários criminosos, sendo violentada, sem qualquer proteção da polícia. A governadora do Estado declarou na ocasião, que de nada sabia ! (*)

(*) Casos não recentes, mas não esquecidos, embora a opinião pública brasileira tenha fraca memória !...

Que tal se o BNDES, como banco de fomento, ostentando em seu nome o objetivo “social”, destinasse muito de seus recursos à criação de uma estrutura médico-hospitalar realmente eficiente, capaz de proporcionar aos cidadãos assistência médica rápida e digna, ao invés de emprestar quantias elevadíssimas a prazos longos e baixo custo a grandes conglomerados empresariais ?...

Que tal se deixássemos de lado a construção de obras faraônicas --- como estádios, por exemplo --- e destinássemos esses recursos à recuperação de hospitais desativados ou desaparelhados, próprios ou particulares, elevando o número de leitos e pontos de atendimento da saúde pública ?

Que tal se os políticos em geral passassem a ser atendidos nas unidades de saúde dos governos federal, estaduais e municipais ao invés de o serem em hospitais cinco estrelas, como Sírio-Libanês, Albert Einstein, por exemplo ?...

Por que nunca se ouve notícia de recuperação de valores
“distraidamente” obtidos através das diferentes formas de falcatruas, práticas de superfaturamento, funcionários fantasmas, nepotismo (direto ou cruzado), rombos na Previdência, aposentados já mortos ?...

Quando os superiores se convencerão de que são responsáveis, pelo menos morais, pelos desmandos daqueles que nomearam ?...

Quando, em nosso país, nossos juizes se convencerão de que a vida de um animal silvestre é muito mais importante que a vida de nós, seres humanos ?

Quando nossas autoridades deixarão de ser lenientes em relação a criminosos hediondos, permitindo que respondam a processos em liberdade, sendo mais rigorosos nos casos de furtos famélicos ?..

Se o código penal brasileiro é condescendente, necessário que seja mudado. Que nossos legisladores, geralmente preocupados apenas com o próprio umbigo
(desculpem-nos a tropologia) votem leis mais rigorosas, capazes em resultar favoravelmente aos cidadãos que são os que pagam seus generosos proventos.

Álvaro Ramos
Cidadania-Brasil-Online.

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق