الاثنين، 5 يوليو، 2010

REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA REDENTORA DE 1932 As novas gerações não podem ignorar esse importante acontecimento .

CIDADANIA ONLINE
Inspiração Ação

São Paulo, 5 de Julho de 2010

Ao
JORNAL DE JUNDIAÍ
R. Baroneza do Japi, 53-Centro
Jundiaí – SP
Cep. 13207-684
Comercial@jj.com.br
Fone (021) 2136-6041
Fax (021) 4521-4802

Atenção – Sr. Sidney Mazzoni – Editor Chefe
Assunto – Sugerimos a publicação do material anexo em sua edição comemorativa da Revolução de1932.

Eu, Álvaro Ramos, passei minha adolescência nessa maravilhosa cidade, inclusive quando da Revolução Constitucionalista de 1932. Hoje com 90 anos de idade, portanto 78 anos após, já macróbio e estruturalmente “enferrujado”, mas não certamente asnático, dedico-me à organização da A.D.D.I. Ação Defensora dos Direitos dos Idosos e a alguns “rabiscos” que ouso publicar no “blog” www.soramramos.blogspot.com .

Veio-me à memória, neste momento, a vibração do povo de Jundiaí, quando as tropas constitucionalistas rumavam ao campo de batalha. Pessoas de todas as idades e classes sociais, pelas ruas, empolgadas, com o firme propósito de recuperar a liberdade que lhe era negada. A Campanha do “Ouro para o bem de São Paulo”, músicas compostas pela grande senhora Haydée Mojola, fazendo vibrar toda uma comunidade com vistas ao atingimento de um objetivo – combater a ditadura de Vargas e restabelecer a democracia, essa mesma que, hodiernamente, vem se transformando em “anarquia”, por conta de tantas ilicitudes cometidas por grande parte de nossos (ou deles próprios, pois que julgam em causa própria...) parlamentares, resultando na substituição da “liberdade” pela “licensiosidade” !...

Não sei se Jundiaí tem um hino. Sei, porém, que as composições de dona Haydée cumpririam totalmente essa finalidade, em relação à cidade e ao Estado. Que tal o “Jornal de Jundiaí” pensar nisto neste 9 de Julho ? Talvez minha memória esteja falhando, mas vamos à luta :-

Hino da cidade de Jundiaí –

“ O meu bibi
aí deixei quando parti,
na confusão desta grande revolução
mas quando fui partir,
aí que percebi,
o meu bibi ai deixei quando parti...
O meu bibi e o seu bibi
Juntinhos falarão do amor por ti...
????????????????????????????
( * )


Hino do Estado de São Paulo,
traduzindo o espírito legalista
dos paulistas


HINO DE SÃO PAULO ( * )


Ó meu São Paulo,
tu terás sempre a glória,
de conquistar toda vitória,
e os teus filhos
pela pátria agradecida
darão seu sangue,
sua própria vida...

São Paulo berço de heróis
e de guerreiros,
és do Brasil
o estado das riquezas,
é no teu seio varonil ,
que encerras
a grandeza que,
faz altaneiro o Brasil..
Para a frente marchar,
com coragem lutar,
os teus filhos são fortes
a luta ou a morte,
mas não ser escravos...

Ó paulistas, ó paulistas,
povo altivo, lutarás,
não esqueça que
em tuas veias,
corre o sangue
dos bandeirantes.

São Paulo, 9 de Julho de 1932
São Paulo, 9 de Julho de 2010
Revolução Constitucionalista

Tenho a satisfação de lembrar que meu irmão Alsemu (não Alceu) Soram Ramos, hoje nome de rua nessa cidade, foi o primeiro jundiaiense a se inscrever como voluntário da revolução redentora que, embora derrotada nas armas, pela carência de recursos, jamais por falta de pariotismo e garra, deixou a maravilhosa semente que germinou e resultou na redemocratização do Brasil.

Esperando merecer a gentileza de sua resposta, inclusive através de confirmação do recebimento desta mensagem, firmo-me,

Atenciosamente,
Álvaro Ramos
Fones 5543-8310
6279-0273 e 3437-1891

( * ) Autora – Sra. Haydée Mojola,
Esposa do médico Pedro Calau
Mojola, então residentes em
Jundiaí/SP.

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق