السبت، 31 يوليو، 2010

POLÍTICOS E AGENTES DO PODER PÚBLICO - Ponham as mãos na consciência ( CONHECE-A ?...)

Srs. e Sras. Políticos
Srs. e Sras. Agentes do PODER PÚBLICO

PONHAM A MÃO NA CONSCIÊNCIA...




NÃO MATARÁS...

MATAR não significa apenas o ato de destruir o corpo físico de alguém. Mais que isto significa agir em detrimento de uma ou mais pessoas, de comunidades, enfim, impedindo-lhes ou dificultando-lhes o acesso a bens e serviços essenciais à sua existência digna, ao seu bem-estar, à sua saúde, à moradia, à alimentação e ao lazer.

Quando um agente do poder público, tão comum hodiernamente, se apropria de recursos destinados ao social - através de caminhos os mais nebulosos ( superfaturamento de obras, desvio de verbas de merenda escolar, por exemplo...) está MATANDO comunidades inteiras, além de contribuir, com seu exemplo nefasto,para que outros também o façam. Enquanto alimenta seu próprio ego, e seu próprio bolso, está contribuindo para o desenvolvimento da pobreza, das enfermidades, da mortalidade infantil, da criminalidade, da fome, da prostituição, das favelas, das inundações, para a falta de saneamento básico, de eletricidade. Não se trata de apenas homicídio, mas também de genocídio e sobretudo infanticídio ! Veste, assim, a indumentária do anti-Cristo, em toda sua potencialidade !...

Quando um agente do poder público - governante, senador, deputado, ministro ou magistrado -promove, participa ou tolera, até mesmo com a leniência das sentenças que julga corretas, de procedimentos corruptos, está MATANDO, por estar desviando recursos orçamentários para seu próprio bolso. Está contribuindo para engrossar as fileiras dos “excluídos”, de crianças desnutridas, ignorantes e infelizes, que pretendemos nós sejam os futuros cidadãos do Brasil ! Que Brasil será este ?...

Serão fáceis presas do crime organizado, que lhes dá, já agora e nos momentos difíceis, o apoio que o Estado lhes nega !... Estão esses agentes, assim, MATANDO não apenas esses milhões de excluídos, mas sobretudo a nacionalidade, a cidadania, que se sente humilhada, desrespeitada, traída justamente pelos quais aos competiria protegê-los. Que se lhes conceda oportunidades, jamais bolsas-esmola, que levam necessariamente à indolência e à ausência de produtividade.

E esses dois crimes, que se considera hediondos –MATAR-e-TRAIR – gerados pela pequenez do caráter desses agentes, por seu desejo de aparecer, pela cupidez, pela carência total de humanidade, certamente, dentro dos maravilhosos princípios do Conscientismo, contribuirão para a deterioração de sua alma, em detrimento da felicidade e da saúde sua e de seus familiares, contaminados com o bacilo do dinheiro mal-vindo ! Serão eles, sem dúvida, alvos certos da Lei do Retorno, infalível, inexorável e inflexível, posto resultar da “causa não causada que se chama Deus.


Álvaro Ramos
CIDANIA ONLINE
e

ليست هناك تعليقات:

إرسال تعليق